Paroles de Bola de meia, bola de gude

Nascimento Milton

pochette album Bola de meia, bola de gude
Voir sur Itunes

Date de parution : 04/05/2012

Durée : 0:02:56

Style : Pop



sonnerie téléphone portable pour Bola de meia, bola de gude

(milton nascimento/fernando brant)
H um menino
H um moleque
Morando sempre no meu corao
Toda vez que o adulto balana
Ele vem pr me dar a mo
H um passado
No meu presente
Um sol bem quente l no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me d a mo
E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito que no deixaro de existir
Amizade, palavra, respeito, carter,
Bondade, alegria e amor
Pois no posso, no devo, no quero
Viver como toda essa gente insiste em viver
E no posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal
Bola de meia
Bola de gude
O solidrio no quer solido
Toda vez que a tristeza me alcana
O menino me d a mo
H um menino
H um moleque
Morando sempre no meu corao
Toda vez que o adulto fraqueja
Ele vem pr me dar a mo
Fernando de paula junior
Fpaulajrtlsp@hotmail.com

Les autres musiques de Nascimento Milton