Paroles de Creblo

Pato Fu

pochette album Creblo
Voir sur Itunes

sonnerie téléphone portable pour Creblo

(john)
No d pra entender
Esse povo animal
Seco por vingana
Sem matar
Sem nunca rugir
Triste por amor
Sem ficar quieto num canto
Triste por amor
Matar eu nunca mato por prazer
Por dio ou por fome que eu mato
E ainda gasto a maior grana
Lambendo porcaria
Dois mil e novecentos pau
Uma porqura duma rvore de natal!
Creblo! creblo! cre...blow!
Creblo! creblo!
Quieto! quieto!
Vingana! vingana!
No tiro tempo pra voltar atrs
J faz muito tempo
J nem tento mais
O qu que h de errado comigo?
O qu que h de errado?
No d pra entender...
Dois mil e novecentos pau
Uma porqura duma rvore de natal!

Les autres musiques de Pato Fu