Paroles de Era um redondo vocábulo

Afonso Zeca

pochette album Era um redondo vocábulo
Voir sur Itunes

sonnerie téléphone portable pour Era um redondo vocábulo

Era um redondo vocbulo
Uma soma agreste
Revelavam-se ondas
Em maninhos dedos
Polpas seus cabelos
Resíduos de lar,
Pelos degraus de laura
A tinta caía
No móvel vazio,
Congregando farpas
Chamando o telefone
Matando baratas
A fria crescia
Clamando vingança,
Nos degraus de laura
No quarto das damas
Na rua os meninos
Brincando e laura
Na sala de espera
Inda o ar educa

Les autres musiques de Afonso Zeca