Paroles de Luta de classes

Cidadão Quem

pochette album Luta de classes
Voir sur Itunes

sonnerie téléphone portable pour Luta de classes

(samuel rosa/chico amaral)
Tudo o que eu posso ver
Essa neblina
Cobrindo o entardecer
Em cada esquina
Tudo o que eu posso ver
Essa fumaa
Cobrindo o entardecer
Em cada vidraa
Mas eu quero te contar os fatos
Eu posso mostrar fatos pra voc
S ter um pouco mais de tato
E ficar claro pra voc
Desde a antigidade
As coisas esto assim, assim
Os homens so iguais no so
No so iguais e fim
Da toda essa histria
Da a histria surgiu
Escravo da babilnia
Trabalhador do brasil
Tudo que eu posso ver
Essa neblina...
.. em cada vidraa
Mas veio o iderio
Da revoluo burguesa
E veio o iderio, veio o sonho socialista
Veio a promessa de igualdade e liberdade
Cometas cintilantes que se foram pela noite
Existiram enquanto houve o maior
Da, que vem a histria
Da a histria surgiu
Escravo da babilnia
Trabalhador do brasil
Do egito antigo
Na grcia e roma
Da europa feudal
Do mundo colonial
No mundo industrial
Na urss stalinista
Em wall street
Em cuba comunista
E no brasil
E no brasil...hein?...
Da que vem a histria
Da o homem surgiu
Escravo para servo
Trabalhador do brasil
Da que vem a histria
Da a histria surgiu
Escravo da babilnia
Trabalhador do brasil

Les autres musiques de Cidadão Quem