Paroles de Maldita ressaca

Banda Das Velhas Virgens

pochette album Maldita ressaca
Voir sur Itunes

sonnerie téléphone portable pour Maldita ressaca

Musica por: paulo carvalho
Toca o telefone, latem os cachorros, choram as crianas
E eu no consigo dormir
Ser que no percebem, voltei da bebedeira, minha cabea di
Acho que vai explodir
Eu bebi tudo aquilo que encontrei
No bebi mais porque no achei
At a pouco 'tava tudo bem
Agora me sinto debaixo de um trem
Toca a campanhina, gritam os vizinhos, no sei o que fao
Sei que de hoje no passo
No vou pro trabalho, no vou pra escola, d-me uma esmola
Me deixe dormir em paz
Eu bebi tudo aquilo que encontrei
No bebi mais porque no achei
At a pouco 'tava tudo bem
Agora me sinto debaixo de um trem
Maldita ressaca
Dedo na garganta
Sou trapo humano
Jogado no cho de um banheiro
Passarinhos cantam
Por quem os sinos dobram
Garanto que no por mim
Eu nunca mais vou levantar
Eu nunca mais quero trabalhar
Prometo at que no bebo nunca mais
Mas nunca sempre tempo demais
Maldita ressaca
Tambores da frica
Na minha cabea
Bateria da mocidade
Na minha cabea
Motores dos carros, bombeiros, cidade
Morteiros, puteiros, boates...
Maldita ressaca

Sent by carlos andr branco

Les autres musiques de Banda Das Velhas Virgens